PROJETO PEDAGÓGICO

Projetos especiais

O Stocco oferece projetos pedagógicos extras para complementar a formação dos estudantes.

Rotinas operacionais

Saiba os horários de cada período das três unidades do Colégio Stocco.

Currículo e metodologia

O projeto de ensino do Stocco coloca o aluno em contato com todas as áreas do conhecimento, de diferentes formas.

PROJETOS ESPECIAIS

CENTRO APLICADOR DE EXAMES CAMBRIDGE  CAMBRIDGE PREPARATION CENTRE
Nossa escola se compromete a aplicar os exames de Cambridge com a competência que tais provas, reconhecidas no mundo todo, exigem.

 

ESCOLA DA INTELIGÊNCIA – AUGUSTO CURY
A parceria com o programa Escola da Inteligência, mantido pelo Grupo Educacional Augusto Cury, objetiva desenvolver a educação socioemocional no ambiente escolar. Fundamentado na Teoria da Inteligência Multifocal, elaborada pelo Dr. Augusto Cury, o programa:

  • Promove a melhoria dos índices de aprendizagem.
  • Reduz a indisciplina.
  • Combate o bullying e o uso de drogas.
  • Aprimora as relações interpessoais.
  • Aumenta a participação das famílias na rotina dos estudantes.
  • Ajuda-os a ter postura criativa e empreendedora, construir relações saudáveis e administrar conflitos.

Após o término do curso, os estudantes recebem uma certificação nacional que eles podem incluir em seu currículo profissional.

 

OLIMPÍADAS INTERNAS E EXTERNAS
O colégio participa de diferentes concursos e olimpíadas promovidos interna e externamente, por várias entidades, possibilitando o aprofundamento dos conhecimentos dos estudantes, estimulando sua autoconfiança, desafiando e valorizando suas habilidades e competências. Há um empenho especial em orientação e treinamento, a fim de que estejam seguros e possam obter sucesso. O objetivo principal não é somente a obtenção de medalhas e certificados – é também permitir que cada participante possa vivenciar de diferentes formas os conteúdos aprendidos. Há várias olimpíadas das quais o colégio participa, como Olimpíada Brasileira de Astronomia, Olimpíada Brasileira de Física, Olimpíada Brasileira de Robótica (teórica e prática), Olimpíada Canguru de Matemática Brasil, Olimpíada Brasileira de Matemática, Olimpíada Paulista de Matemática e Olimpíada Internacional de Matemática, além dos desafios internos:

  • Olimpíada Interna de Matemática – do 3º ao 9º ano.
  • Gincana Ortográfica – do 5º ao 9º ano.
  • Gincana Ortográfica – do 5º ao 9º ano.
  • Desafio Interno de Redação – do 5º ao 9º ano.
  • Concurso de Leitura – 4º ano.
  • Concurso de Tabuada – 3º ano.
  • Spelling Bee.

 

PROJETO DE EDUCAÇÃO FÍSICA
Inovador e original, o projeto de Educação Física do colégio foi reestruturado e implementado em 2014. Entendemos a Educação Física como meio para que os estudantes tenham acesso a manifestações corporais das culturas local, regional, nacional e internacional, tais como danças, lutas e brincadeiras. A partir da apreensão desses conhecimentos, espera-se que eles otimizem sua capacidade de movimentar-se de forma eficaz genérica ou especificamente, vivam em harmonia com o ambiente que os rodeia, interajam e transformem esse ambiente em busca de melhor qualidade de vida.

Nossa escola trabalha as potencialidades dos estudantes de acordo com seu nível de desenvolvimento motor e faixa etária. O que se quer é não apenas aprimorar suas capacidades físicas mas também fazer com que eles adquiram conhecimentos de natureza científica da área da Educação Física (biodinâmica, comportamento motor e sociocultural), contribuindo para a reflexão sobre práticas corporais e construindo um estilo de vida ativo. Isso faz com que os jovens ampliem seu referencial teórico de observação e não restrinjam sua bagagem intelectual somente às ciências naturais.

Esse componente curricular desenvolve um ambiente de aprendizagem que pode auxiliar os estudantes a incorporar conhecimentos que os levem a administrar, admirar e usufruir a cultura do movimento e refletir sobre ela, em três eixos de conteúdo: capacidade de mover-se, conhecimento sobre o corpo em movimento e cultura do movimento.

Nesta proposta, o estudante amplia seu referencial teórico de observação, que passa a considerar a dimensão cultural das práticas e manifestações corporais, não se restringindo a conhecimentos apenas das ciências naturais. Aprendem-se práticas dos continentes todos do mundo e de diferentes regiões do Brasil, e não somente as mesmas modalidades tradicionalmente praticadas pelas escolas.

 

PROJETOS SOCIAIS

PROJETO STOQUEIRO SOLIDÁRIO
A solidariedade é uma virtude que permeia as ações pedagógicas do colégio, pois faz parte do dia a dia de nossos estudantes, contribuindo, assim, para a formação de um ser humano melhor acolhedor, respeitador e altruísta.  

Campanhas solidárias

  • Março/abril: campanha “Páscoa Solidária” – Doação de ovos de chocolate – Creche Instituição Caminho de Ananias.
  • Abril: campanha Corrente do Bem / Teleton – Doação de cofrinhos com moedas – AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente) – Hospital e Centro de Reabilitação.
  • MaioCampanha do Agasalho “Quem Pode, Ajuda. Quem Precisa, Agradece” – Doação de agasalhos.
  • Setembro:  campanha Lacre do Bem – Doação de lacres de alumínio para conversão em cadeiras de rodas.
  • Novembro: campanha “Natal Solidário – Doação de sacolinhas com kits de roupa, calçado, doce e brinquedo para crianças e kits de roupa e calçado para idosas da Instituição Caminho de Ananias.
  • Concurso da Paz (Lions). 
  • Visitas a Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPIs) e creches.
  • Red Nose Day – O Red Nose Day é um evento celebrado no dia 25 de maio a cada dois anos em alguns países da Europa. O objetivo da comemoração é diminuir a pobreza das crianças da África e do Reino Unido, por meio da arrecadação de dinheiro. Nesse dia, as pessoas que participam da campanha vestem roupas vermelhas, comem alimentos vermelhos e bebem bebidas vermelhas, e algumas chegam até a pintar os cabelos de vermelho, entre outras ações. Algumas celebridades também ajudam na campanha. No nosso Red Nose Day, vendemos um nariz vermelho que custa o que cada um pode doar. Além disso, os estudantes e seus familiares se mobilizam com novas ideias, incrementando essa ação. Toda a arrecadação é entregue ao Instituto Campo dos Sonhos, sob os cuidados de Ester Barbosa Valim – voluntária que trabalha no Sudão do Sul. Atualmente, devido à guerra civil em curso nesse país, os sul-sudaneses estão num campo de refugiados na Uganda, África, onde é aplicado o dinheiro obtido.